segunda-feira, julho 25, 2005

A MINHA DESIDEIA

Acho que o porKo Latino não deveria ser um blog exclusivamente sobre politica.
Nestas coisas lembro sempre o exemplo de sienfeld que fez um show sobre nada, e o porKo devia ( a meu ver ) ser sobre nada, que é como quem diz: sobre tudo.
Não quero ter um blog sobre politica, quero ter um blog com pessoas inteligentes e politicamente despertas
Num ambiente assim a discussão tenderá muitas vezes a escorregar para a area politica, pelo menos assim o espero , já dizia o grande Robert Heinlein que a especialização era para os insectos e nós não somos insectos, somos porKos.
Se isto nos vai trazer muitos ou poucos leitores não me interessa muito , não é a vaidade que me move.
Com o tempo (acho eu) todos os blogs tendem a tornar-se clubes de discussão onde meia duzia de amigos debitam ciencia para meia duzia de leitores previligiados .
Até porque quem quiser politica à seria sempre se pode inscrever num partido, afinal é para isso que eles servem, não é só para meia duzia de gajos se encherem.
Vejo o porKo como uma cooperativa de ideias

4 Comments:

Blogger Pinto Ribeiro said...

embora TUDO possa ser, e é, político. e foi isso, de forma muitas vezes alucinada, a propósito de tudo, e de nada, que o PORKO começou por ser. acho...

9:08 da manhã  
Anonymous Drica said...

Concordo, e acho que falar só de politica de torna um pouco aborecido.

9:12 da manhã  
Blogger SATANUCHO said...

anda aqui um gajo a usar o meu nome, bem não é bem igual mas é suficientemente parecido para me chatear....
o amigo assina como santoanucho

3:20 da tarde  
Blogger Eric Blair said...

É pá, só falta chamarem-me cinzento. Estou de acordo que se este blog fosse de discussão séria de política seria uma seca.
O que não entendo é semanas seguidas e largas de dezenas de postas: "o preto isto, o preto aquilo, no cu do preto, o preto por baixo, o preto por cima, o preto no espeto, o cão do preto, o preto do cão, os filhos da puta dos pretos, ..."

ps. de qualquer das formas, o que mais haveria de faltar era vir aqui um outsider, ainda por cima supostamente de esquerda, dizer-vos o que devem ou não fazer. Enquanto me agradar, venho; quando Deixar de me agradar deixo de vir.
Até breve.

3:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home